sexta-feira, 3 de junho de 2011

* Evitando a Proliferação das Bactérias *

ROUPAS
Os cuidados com as roupas não precisam ser muito excessivos, não. Tem que lavar e cuidar; inclusive as de cama e banho. É importante, por exemplo, trocar a toalha a cada dois dias, partindo do princípio que a pessoa está usando uma toalha limpa.
Aquelas toalhas de mão existentes em casa precisam ser trocadas todo dia, porque o pano úmido pode ter até um milhão de bactérias a mais que um tampo de vaso sanitário. Em lugares públicos, só use toalhas de papel. Atenção mamães: não deixe seu filho ficar em casa com o uniforme da escola e, no dia seguinte, usar a mesma roupa. Proíba terminantemente. Exija banhos e que elas não fiquem o dia inteiro andando de meias
pela casa. Para lavar as roupas, use água e sabão. De preferência, água morna. Uma coisa que mata a possibilidade de ter germes, organismos, é secar no sol. Se secar à sombra, o ferro de passar é a solução
para matar alguma coisa que sobreviveu. São pequenos detalhes que fazem a diferença!

DINHEIRO

Realmente o dinheiro pode vir contaminado; pode conter bactérias que causam diversas doenças. Em uma pesquisa nos Estados Unidos, uma bactéria dessas (responsável pela salmonela), resistiu quase um mês numa moeda. Numa cédula pode sobreviver até mais. Essa é a razão pela qual as moedas americanas têm até mais
de 95% da sua constituição de cobre. Cobre e prata são dois metais que têm uma ação chamada oligodinâmica. Oligos quer dizer pequena quantidade, dinâmica quer dizer que tem ação. Então ela tem
ação em pequena quantidade, tanto a prata, quanto o cobre em pequenas quantidades, matam as bactérias. Essa é a razão para se fazer, nos hospitais, a maçaneta de cobre: quanto mais cobre tiver, menor o risco de contaminação! No Brasil, as moedas de 10 e 25 centavos, por exemplo, têm zero de cobre. O risco de contaminação aumenta. A saída? A pessoa tem que lavar as mãos para evitar tudo isso.

BANHEIRO/DESCARGA

Só puxe a descarga com a tampa do vaso sanitário fechada. As bactérias sobem se puxarmos a descarga com a tampa aberta. Você já tentou puxar a descarga ainda sentada? Todo mundo já fez, né? Molhamos o bumbum,   não é isso?  Pois é : a descarga funciona como o liquidificador. Se você ligar o liquidificador e colocar a mão por cima, vai espirrar um pouquinho na sua mão. Aquele espirro parece um spray que levanta partículas diminutas, quase microscópicas de água, e carregamas  bactérias. Como são muito leves, ficam rodando até se depositarem. Demora cerca de duas horas. Se você está com sua escovas de dentes aberta, aquilo cai e contamina. Muitas vezes apertar a descarga com a tampa aberta, pode contaminar a escova e até uma pessoa, que inspira aquelas partículas e pode, inclusive, contrair alguma doença. Por isso é muito  importante apertar a descarga, com a tampa fechada.  E,  claro, não esqueça de manter o banheiro limpo e lavar as mãos sempre!

0 comentários: